MAIS SOBRE O BLOG ...

O Cordada Infinita é um blog com artigos sobre Escalada, Equipamentos e Notícias relacionadas ao Montanhismo. Nasceu de uma idéia simples: Escrever, Comunicar e Divulgar fatos e opiniões sobre o mundo da montanha. É mantido por Levi Rodrigues desde maio de 2007. Se você tem alguma sugestão sobre um artigo, participe enviando sua pergunta ou opinião sobre os assuntos postados.

Alerta!...

O montanhismo é uma atividade de risco moderado quando praticada de acordo com as normas de segurança. Ao utilizar as informações contidas nesse blog, é necessário experiência e cautela na utilização de equipamentos, técnicas, conceitos e informações sobre as atividades. Lembre se: Acidentes não acontecem. São causados aos poucos

Nunca cozinhou em Montanha. Evite esses 4 erros.

Já citei em outro artigo, que para para uma boa caminhada, 3 coisas não podem faltar: Boa alimentação, Boa proteção térmica e uma Boa noite de sono.

Uma boa noite de sono e roupas, não são difíceis, basta saber escolher corretamente o equipamento e técnicas básicas de acampamento já resolvem o problema, mas uma boa alimentação já não é tão simples. Quem já acampou alguma vez e comeu comida ruim por alguns dias, já percebeu a importância de uma comida saborosa.

Normalmente, alguns erros cometidos na hora de cozinhar provêm da falta de experiência e podem ser evitados facilmente.

image

Como montanhista, uma das melhores experiências que trouxe da montanha, é a vontade de inovar na cozinhaem casa, (adoro aquele cheirinho da batata assando ou da lasanha feita em acampamento), mas nem sempre foi assim, ainda cometo alguns erros,  como não ter muita paciência, mas os erros abaixo eu não cometo mais:

  1. Deixar de preparar o cardápio em casa: mesmo achando que será uma caminhada simples, separe as receitas (xerox) e os ingredientes de cada prato em saquinhos separados por dia ou por tipo de utilização, etiquetando cada um, por exemplo: Janta 1º dia, Café 2º dia, Lanche, etc.. Assim fica mais fácil organizar na mochila e também para localizar cada refeição.
  2. Equipamentos certos: Uso apenas duas panelas e uma pequena frigideira, guardo o queimador do MSR dentro da panela menor, talheres, temperos, isqueiros, Kit de limpeza e outros acessórios vão dentro de uma pequena nécessaire a parte, que fiz especialmente para isso. Nada de coisas espalhadas pela mochila inteira, deixo apenas um copo na tampa da mochila.
  3. Teste as receitas em casa: nunca fez uma receita, teste antes em casa. Foi assim que inventei umas receitas e aprendi a fazer outras, mas não se esqueça de usar o próprio fogareiro em vez das bocas do fogão, pois muda muito a intensidade do fogo e principalmente a logística em usar uma panela só.
  4. Pergunte sempre: não sabe dar o ponto no arroz, como dessalgar uma carne. Então pergunte antes para a mamãe ou à irmã casada, mas não deixe para descobrir como se faz iisso, lá na montanha.

Estas 4 dicas, e mais algumas, você pode encontrar “O Livro de Cozinha do Excursionista Faminto “, do Sérgio Beck e “Cozinhando ao Ar Livre” de Inês Antunes e Cristiano Requião.

Leia também:

· Que tal panquecas no café da manhã?

· Culinarista "a la Montagne"

2 Comentários:

  1. Clarissa disse...
     

    Oi, Levi, tudo bem? cai aqui no seu blog procurando por meio ambiente no technorati. Sempre dou uma olhada no que vem sendo dito em blogs pra ver se está em sintonia com o canal do site howstuffworks, um dos clientes que eu atendo aqui na empresa que eu trabalho, a Edelman. Gostei mto das suas dicas. Uma vez acampei na Chapada dos Veadeiros no inverno e passei mto frio de noite e um calor absurdo de dia. Não estava preparada pra falta de comida nem pro frio. banho, so frio. aí íamos passear de dia e tinha que tomar banho gelado à noite! resumindo: perrengue! Um abraço, Clarissa

  2. Levi Rodrigues | BLOG disse...
     

    Oi Clariissa!

    Obrigado pela visita. Você tem toda razão no que diz. Uma boa "aventura" é aquela que é feita com segurança e de maneira prazerosa, além de manter a harmonia com o meio ambiente.

    Volte sempre com seus comentários.

    Abs

    Levi Rodrigues

Postar um comentário